December 16, 2013 | 9 min read

Front In Recife

Sábado dia 14/12 rolou o primeiro Front In Recife na Faculdade Marista e fechou o ano com chave de ouro. Todos que subiram no palco para palestrar estão de parabéns, conteúdos diversos onde foram abordados de forma simples e de fácil entendimento. Apesar do atraso no início do evento, ocorreu tudo da melhor forma possível com um ambiente agradável e um sábado super produtivo para todos.

Os “feras” presentes foram Shankar Cabus, Ciro Nunes, Mailson Lira, Guilherme Farias, Luiz Tiago, Rodrigo Nogueira, Ramon Victor, Demian Borba, Fábio Magnoni, Almir Filho, Davidson Fellipe e Leo Balter.

Afinal, o que é o front-end?

Shankar Cabus, Iria abrir o evento porém teve um problema no seu vôo e o mesmo não pode comparecer, queria muito ter visto a palestra dele, pelo título e descrição "Afinal, o que é o front-end? Qual profissional faz o front-end? Por que aprender front-end? Vamos desmistificar alguns assuntos polêmicos e mostrar o poder do front-end de uma forma bem humorada e criativa ;)" parecia muito legal mas infelizmente não foi desta vez, quem sabe ano que vem.

Single Page Apps FTW!

Ciro Nunes, é referência quando se fala em AngularJS no Brasil, e mostrou como criar Single Page Apps utilizando o Angular. Mostrou toda a arquitetura dos lados client e server, como começar (server, client, routing, data-binding, components, I/O), estrutura, mostrou um Demo de como criar uma API REST (get, post, put e delete) e ainda deu algumas dicas para quem deseja começar a utilizar o Angular.

Além de confiante ele sabia do que estava falando, mostrou total domínio do assunto e clareza em tudo que foi abordado, respondeu perguntas e deixou todo mundo “espantado” com o que é possível se fazer com o Angular além de mostrar no início um app da pontofrio que era show.

Link dos Slides

Desafios de se criar um jogo em HTML5

Mailson Lira, começou falando sobre ele, onde trabalha e o que faz; Falou de alguns problemas iniciais em desenvolver um jogo, pois tinha que migrar para diferentes plataformas e cada uma utiliza uma linguagem diferente sem falar das equipes diferentes que muitas vezes não conhecem determinada linguagem ou forma de trabalho, etc. Mostrou alguns “prós e contras” de se criar um jogo em HTML5, performance, menor controle sobre a plataforma, uso de bibliotecas, citou um game chamado The Incredible Circus falou um pouco das práticas adotadas neste case, sobre como a equipe trabalhou, etc.

Conversando no intervalo com alguns amigos presentes, não fui o único a achar que o Mailson estava nervoso, não sei se aquela seria sua primeira palestra ou se ele não estava tão confiante, mas aparentemente estava nervoso. Tive que prestar bastante atenção no que ele falava para poder entender e achei a palestra um pouco cansativa.

Link dos Slides

HTML, CSS & JS: Olhando pra frente

Luiz Tiago e Guilherme Farias foram a primeira dupla a subir no palco e “bombardear” todos com as novidades que temos hoje e “prevendo” muita coisa, falaram sobre JS, CSS e HTML. Novidades no DOM LEVEL 4 (manipulação de classes, detecção de features, etc), CSS SELETORES LEVEL 4 e 5 (estilização de dados válidos e inválidos do formulário, estilização de diversos estados, css no drag and drop, etc), MEDIA QUERIES LEVEL 4 (pointer, detecção de script ou não, hover, luminosity, etc), HTML5.1 (capture, download, web components, decompress elements, inputable, melhorias no áudio e video, etc), ECMASCRIPT 6 (collections, iterators, parameters, etc), ECMASCRIPT 7+ (novas tipagens, traits, brander, code isolations, etc).

A palestra deles foi muito boa, Tiago deixou o Guilherme falar mais, porém o “pouco” que falou foi muito bem, algumas das abordagens feitas quem acompanha o Loop Infinito já tinha visto, porém tudo explicado da melhor maneira simples e direta, gostei muitas das novidades do Ecmascript 6.

Link dos Slides

O Mercado Front-End no Brasil e no Mundo

Rodrigo Nogueira falou sobre sua carreira, contou um pouco da sua história, onde morou, o que fez e o que fazia hoje. Mostrou a realidade dos salários na área de Desenvolvimento Front-End, mostrou resultados de uma pesquisa que fez onde comprovou que São Paulo e Rio de Janeiro respectivamente são as cidades com os maiores salários, falou um pouco do cenário do nordeste em relação a emprego, gastos, tipo de vida, etc. Falou dos níveis do pessoal do Nordeste que muitas vezes é melhor que os de muitos estados, citou algumas pessoas de Recife como uma das melhores referências de profissionais, mostrou algumas iniciativas como a manguez.al e deixou algumas mensagens importantes que nos fazem refletir.

Gosto muito quando um evento de “nerds” tem uma palestra tipo “motivacional” aquela que serve pra “abrir os olhos” de todos e essa foi simplesmente FODA! Não foi uma palestra, foi uma Lightning Talk mas que se desse mais tempo seria melhor ainda.

Link dos Slides

Designers que codificam: prós e contras

Ramon Victor logo de cara deixou claro que sua palestra era focada em conceitos e que não iria ter código algum. Falou de forma breve sobre startups, o mercado atual, mostrou um pouco da independência do profissional que abrange as duas áreras (design e código), falou do perfil que as empresas procuram, alguns prós e contras de conhecer as duas áreas, falou das “brigas” que acontecem quando um designer faz algo meio que “impossível” do desenvolvedor fazer e das confusões que rolam, etc.

A palestra dele foi bem legal, não tinha visto nada parecido com a abordagem que ele fez, além de confiante era claro em tudo que falava, falou bem e mereceu os aplausos.

Link dos Slides

Criando Interfaces Inovadoras

Demian mostrou alguns projetos que participou, alguns que ele criou, contou um resumo sobre ele e deu início a palestra sobre Design Thinking. Falou sobre alguns métodos de criar algo inovador, as empresas que trabalham com o conceito de Design Thinking, citou algumas metodologias como (scrum, waterfall e design thinking). Explicou de forma detalhada cada processo que abrange o Design Thinking (empatia, definição de problemas, idéias, prototipagem e testes). Mostrou alguns casos da Blackberry onde se aplicam o design thinking, falou do QNX, apresentou alguns vídeos legais e mostrou o uso do Leap Motion (ao vivo).

Esta foi a sua primeira palestra do ano onde não tinha código e foi bastante futurista, tudo que a gente via no passado em alguns filmes (Minority Report) hoje em dia temos praticamente tudo em nossas mãos de uma forma mais acessível, ele mostrou que o que antes era “só um sonho em um filme” hoje em dia é possível. Gostei bastante da forma como ele apresentou mostrando que sabia de tudo que estava alí, sem falar do Leap Motion que é show.

Link dos Slides

Firefox OS WebApps com WebAPIs e Web components

Fabio Magnoni, evangelista da Firefox falou de alguns jogos feitos em JS e HTML5 para o firefoxOS, falou do próprio navegador da Mozilla que estão utilizando tecnologia de ponta para jogos, que independem do sistema operacional, falou das camadas do FirefoxOS (Gonk, Gecko e Gaia), mostrou como é fácil construir aplicações para o FirefoxOS, web APIS que o aparelho suporta, mostrou como preparar o arquivo de manifesto, falou de futuras APIS, como instalar estas APIS, etc.. Mostrou as novas funcionalidades da ferramenta de debugging do firefox e passou alguns links interessantes.

Apesar de ter visto já muita coisa sobre o firefoxOS a palestra do Fábio foi legal, muita coisa eu já tinha visto, muita coisa sofreu atualização e ele conseguiu passar de uma forma bem humorada o conteúdo, achei em alguns momentos ele rápido demais (não sei se era por conta da hora) no mais tudo ocorreu bem e o assunto foi entendido por todos.

Link dos Slides

Esse cara é o Grunt

Almir Filho e Davidson Fellipe foram a próxima dupla a se apresentar eram dois feras da Globo.com que falaram tudo sobre o GruntJS, mostraram como instalar e configurar, pra que ele serve, seus principais plugins, como instalar e configurar estes plugins, seus “concorrentes” (Make, Ant, Rake e Cake), porque você deveria utiliza-lo e ainda mostrou algumas coisas na prática.

Os caras pareciam dois professores, se eu tivesse este conteúdo que eles mostraram, não teria sido tão dolorosa a caminhada para iniciar no Grunt; Eles deixaram tudo bem “mastigado” e isso não me deixou surpreso sabendo da qualidade dos caras, são bons e mostraram o porque com um conteúdo pra todas as idades, parabéns por todo o contexto (slides, imagens, tipografia, cores, etc) se preocuparam com tudo e por isso se destacam.

Infelizmente me “espantou” a quantidade de pessoas que não conheciam o Grunt, muita gente ficava olhando com uma cara de que “isso é possível?” “isso existe mesmo?” em meados de 2014, onde a internet está ai e muita gente não sabe pesquisar ou não conhecem as novidades.

Link dos Slides

Aplicações Web Incríveis

O Leo encerrou o evento falando sobre aplicações APIs JavaScript que já existem na Web, precisei sair mais cedo e não pude acompanhar a palestra dele. Soube que foi boa também e rolou até um solo de Guitarra :)

Link dos Slides


O evento por completo foi bom, desde o início, a parada para o lanche, todos os palestrantes disponíveis pra trocar idéia nos intervalos, mostrando exemplos na prática, estão de parabéns todos e os organizadores também; Primeira edição no Recife mas não é a primeira organizada pelos membros, todos experientes e muito desenrolados. Como sempre a Faculdade Marista apoiando esses eventos e abrindo as portas da melhor maneira, seria bom se mais instituições apoiassem como eles apoiam, o coordenador do curso de Pós em Front-End presente também no evento, parabéns a Marista.

Fico feliz em ver que Recife vem melhorando cada dia mais quando se trata de Front-End, a turma não deixa de trazer pessoas de fora do estado com conteúdo bom pra apresentar aqui, mas infelizmente muitas pessoas por ‘n’ motivos ainda não fazem um “bom uso” da internet, muita coisa discutida no evento já tinha sido divulgada na internet, em blogs, fóruns, grupos, etc e mesmo assim era o primeiro contato de muita gente com aquele conteúdo. Isso só estiga ainda mais a comunidade de Recife/PE a divulgar e criar eventos desse tipo para incentivar e levar conteúdo para todos

Espero próximo ano fazer parte do quadro de palestrantes e ajudar a melhorar este cenário ainda mais!

Read More

Previous

Porque programadores gostam de programar?

Next

A barra não significa fechar

made with since 2012